‘A esquerda quer transformar o 190 em disque-drogas’, diz Anderson Moraes

Editoria Slider (carrossel) Política

O deputado bolsonarista Anderson Moraes (PL) propôs na Alerj uma moção de repúdio ao Primeiro Seminário Internacional Desinvestimento e Controle das Polícias, que acontecerá entre os dias 23 e 24 de maio na Uerj e faz parte de um conjunto de ações que culminará numa campanha que será lançada em novembro. 

Em entrevista ao site COISAS DA POLÍTICA, o deputado afirmou que ao contrário do que o seminário sugere, as polícias necessitam de mais investimentos para conseguir garantir a segurança da população contra a criminalidade.

“Defendo que os estudantes discutam aquilo com o que eu não concordo. Isso é óbvio. Mas nem por isso eu deixo de representar a sociedade fluminense, que é quem de fato sustenta aquela universidade através dos impostos”, disparou Anderson Moraes. 

Em seus discursos em plenário, Anderson Moraes tem denunciado que a esquerda vem tentando inverter os valores da sociedade, vitimizando os criminosos enquanto demoniza as polícias.

“E por conta do pensamento da sociedade fluminense, que é contrário a isso tudo e que é favorável ao investimento, à polícia civil, e à polícia militar, eu venho aqui propor uma moção de repúdio a esse seminário. E peço que papai do céu ilumine a cabeça dessas pessoas. Porque eu não tenho dúvida que esse aqui não é o caminho para nós acabarmos com a criminalidade no estado do Rio de Janeiro”, acrescentou o deputado. 

* imagem Divulgação/Alerj

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *