Carol Sponza diz que dinheiro gasto por Paes com shows e propaganda dava para acabar com fila por vagas em creches

Editoria Destaques (4 posts pequenos) Home Política

Pré-candidata do Partido Novo à prefeitura do Rio, a empresária Carol Sponza diz que o dinheiro usado pela prefeitura do Rio de Janeiro em propaganda e publicidade ao longo dos últimos anos teria sido suficiente para não só zerar a fila de creches, como para ampliar o período em que as crianças ficam na instituição, possibilitando que as mães voltassem ao mercado de trabalho. Atualmente, segundo ela, cerca de 15 mil crianças aguardam uma vaga de creche na rede pública e conveniada do município do Rio.

Para a pré-candidata, o prefeito Eduardo Paes não conseguiu zerar a fila de espera de crianças esperando por uma vaga na creche porque tem outras prioridades.

“Eduardo prefere patrocinar show com dinheiro público, fazer obras claramente eleitoreiras e investir em propaganda ao invés de investir em educação. Garantir vaga de creche significa garantir segurança alimentar a milhares de crianças em situação de vulnerabilidade, além de permitir que mulheres voltem ao mercado de trabalho. Não adianta discutir inclusão e igualdade salarial se tantas mulheres sequer podem voltar a trabalhar por não ter com quem deixar seus filhos”, pontua Carol Sponza.

Para zerar o déficit de vagas nas creches do Rio diz que são necessárias medidas como a ampliação da rede de creches conveniadas através de uma revisão no modelo de contrato, para incluir instituições com fins lucrativos e aumentar o período de vigência do contrato para garantir segurança jurídica às instituições parceiras; oferecer incentivo para que a rede privada construa novas creches e oferte à  prefeitura e ainda melhorar o sistema de seleção das instituições parceiras que privilegie critérios objetivos para a seleção, como demanda por região, infraestrutura oferecida e capital social da empresa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *