Deputado garante mais prazo para empresários de Petrópolis quitarem seus empréstimos

Editoria Destaques (4 posts pequenos) Home Política

Após encontro do deputado Yuri Moura (PSOL) com o presidente da Agência Estadual de Fomento (AgeRio), Sérgio Guzman, nesta terça (25), a agência recuou e adiou até abril de 2025 o vencimento de cerca de 700 empréstimos do Programa Reconstruir Petrópolis.

Até então, empresários contemplados com a linha de crédito criada para socorrer o setor afetado pelas fortes chuvas de 2022 estavam recebendo boletos de cobrança, mesmo estando em vigor a Lei 10.349/24, que garantia a ampliação do prazo de carência.

A AgeRio havia anunciado que a prorrogação só valeria para parcelas com vencimento posterior a 23 de maio de 2024 e a situação só foi corrigida com a publicação do Decreto 49.165 do governador Claudio Castro, no último dia 21, após cobrança de Yuri Moura.

“Estamos acolhendo empresários que possuem algum tipo de distorção nos seus contratos, seguimos abertos inclusive para esse atendimento de quem tiver dificuldades ou dúvidas”, detalhou o deputado.

Carência

A prorrogação para os empresários só foi possível graças a Lei 10.349/24, de autoria dos deputados Yuri Moura e Chico Machado, que ampliou o prazo de carência para o pagamento das dívidas em 12 meses. Com as dificuldades do setor produtivo, o pagamento das parcelas foi prorrogado em 2023 e, com as novas chuvas deste ano, novamente mais prazo foi necessário.

Novos benefícios

A AgeRio também compartilhou com a equipe do deputado Yuri Moura a plataforma de programas e produtos que oferecem mais benefícios para os empresários e empreendedores de Petrópolis. Na reunião Yuri também pediu apoio para os empresários que foram atingidos com os incêndios no centro histórico.

“Nosso mandato vai levantar as necessidades de cada um dos empresários afetados e apresentar para a AgeRio. Encaminharemos buscando financiamentos para que possam se reerguer neste momento tão difícil, garantindo a manutenção dos empregos”, detalhou.

Na reunião Yuri também abordou a importância de apoio financeiro para o fortalecimento das feiras, desde as de moda circular, passando pelos polos de moda e gastronomia, cerveja, economia popular e solidária em Petrópolis.

“As feiras unem o turismo com o comércio dos nossos produtos, gastronomia, cultura e várias outras atividades. Elas estão acontecendo naturalmente pelo esforço dos organizadores, expositores e empresários, muitas delas são formadas por microempreendedores. É preciso dar suporte e apoio”, destacou Yuri.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *