The Oscar goes to…

Gato Maestro

Se o Rio de Janeiro fosse o Dolby Theatre de Los Angeles em noite de premiação do Oscar 2024, não restam dúvidas que o prêmio de Melhor Ator iria para as mãos do ex-governador Sergio Cabral. Aliás, arrisco afirmar que Cabral arrebataria outras estatuetas, como a de Melhor Montagem, Melhor Maquiagem e Penteado, Melhor Figurino (tanto o da academia no dia anterior, quanto o de pobre senhor doente em seu depoimento no dia seguinte) e de Melhor Animação, porque eu achei muito animado e me acabei de rir assistindo a todo aquele circo. Já o prêmio de Melhor Ator Coadjuvante deveria ser dividido entre o advogado que chegou empurrando a cadeira de rodas do ex-governador e a própria cadeira de rodas.
Só não tenho conhecimento técnico para classificar o filme exibido ontem na sede da Justiça Federal, no centro do Rio, em que Cabral negou o teor de suas próprias declarações, em fevereiro de 2020, quando havia fechado delação premiada com a PF: comédia, drama, ficção científica, terror ou filme de época. O Rio de Janeiro definitivamente não é mais para profissionais… precisa ser PhD!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *